Amigos

Demorou um bom tempo para eu entender o significado da amizade.
Desculpem-me os meus velhos amigos.
É, eu sou filha única e sempre confundi amizade com fraternidade.
Acho que eu fazia o movimento para preencher a lacuna que faltava.
Muitas pessoas falam que alguns amigos são irmãos, mas se forem de verdade, sinto dizer não rola.
Irmãos podem ser amigos, mas amigos não podem ser irmãos.
Porque irmão corrige, briga, se ama, conversa, corrige e enfim.
Ele nunca deixará de ser seu irmão.
Claro que amigos podem ser assim, mas a cumplicidade no final pode acabar.
O corrigido sempre tem a opção de cair fora dos sermões.
Porque amigos existem para nos deixar livres.
Eles são a parte da nossa vida que existe para nos fazer esquecer de todas as outras.
Amigos corrigem pela tangente, dando exemplos homeopáticos.
Os amigos dão exemplo vivendo suas próprias vidas e quando estão felizes quer dizer que está tudo dando certo e aí copiamos os exemplos.

Nós devemos ser amigos também.
Quando o outro está triste, ouvi-lo e deixa-lo chorar todas as suas lágrimas.
E no final fazer do dia triste o mais insano de felicidade e claro com uma dose
da melhor cachaça que existir.
Hoje faz muito sentido aquela frase clichê de que "Amigo é aquele que não deixar cair nenhuma lágrima."
Porque é exatamente isso, eles são cúmplices da alegria e não te julgam.
Todo mundo precisa deles, para ficarmos mais doces, mais leves e para esquecermos dos problemas debochando deles ou criando algumas frases internas.
Cada amigo tem uma música, cada amigo tem um abraço, cada amigo tem um amor. Mas todos os amigos precisam da liberdade. Para voltarem sempre, afinal.
Não seja amigo irmão, seja amigo e terá todos ao seu redor pra sempre, sem cobranças e de forma acolhedora !
Aos meus amigos, sou apaixonada por vocês e muito obrigada.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista