O que eles não entendem


Não importa o quanto ela se preocupou com cada pêlo do seu corpo na hora do banho, ou com o novo perfume de seus cabelos. 
Não importa o quanto ela se preocupou em deixar cada canto da casa limpo e organizado.
Não importa o quanto está linda hoje para desafiar os problemas momentâneos no relacionamento.
Ele não a vê, não a sente e está vazio.
O que ele entende como função, ela entende como carinho.
O que ela entende como insensibilidade, ele sente como injustiça.

Não importa o quanto ele se esforçou no serviço hoje para ganhar um pouco mais de dinheiro.
Não importa a lingerie que ele escolheu para a agradar.
Não importa que ele fez a barba.
Não importa ele a achar a mulher mais gostosa do mundo.
Ele não trouxe flores.

Amar é mais do que tentar fazer o melhor.
Amar é entender o que o outro precisa de você.
Faz parte do amor, dialogar. 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

HUMILDADE ...

Amor fechado