Acabou o amor?

As vezes o amor pode se perder.
Assim como eu quase perdi você.
No tempo, no vento, no meio do caminho.
Quando se olha e vê acabou-se o ninho.

As vezes o amor esbarra,
No rabo de uma saia
Você foi cego e cavalheiro
e veja só
ela só queria o seu dinheiro.
Enquanto o verdadeiro amor que você tinha
chorava, gemia.

As vezes o amor acaba.
Se transforma em amizade
Ou apenas perdeu a vontade
Que a rotina lhe tirou por maldade.

As vezes o amor é chama
Daquelas que ardem e flameja.
Ela até pode se apagar.
Se muito vento soprar.

Mas pode durar uma vida
Se você estiver atenta.
Se estiver sempre envolvida.

O segredo de tudo
É  ouvir e ficar mudo.
As mudanças de clima, de vida e vontade.
Preste sempre atenção
E não deixe que fique tarde.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista