Me sinto só

Em meio a uma multidão as vezes me sinto só.
Pra falar a verdade me sinto só muitas vezes durante o ano.
Não sou incompreendido, mas sou diferente.
Sou tão diferente que não me encaixo.
Não fazendo parte, não me preencho.
E me sinto só.

Eu quero sempre um pouco mais do que o comum.
Que pra mim seria o fundamental.
Achei um sentido para vida
E não é em no ato de ter
É sim no se doar.

Minha satisfação é em me doar
Mas as vezes fico vazio
E nunca há ninguém capaz de me preencher
Com suas qualidades ou escuta.
Ou apenas com sua presença amiga.

E ai eu percebo como o mundo está insesível.
Todos olhando e procurando respostas para o próprio problema
Sem saber que as melhores resposta se encontra com o outro
Doando de si.

As pessoas mais sábias se dividem.
Uma traz a farinha, outra o ovo e com
Poucos ingredientes de cada um
Se faz um bolo

E por isso me sinto só.
Eu nunca consigo comer o bolo
Porque quase todos os ingredientes
Quem traz sou eu.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

HUMILDADE ...

Amor fechado