"'Não perca as crianças de vista"

Como muito bem disse o cantor Falcão: " Não perca as crianças de vista". Não as perca por nenhum segundo desde quando nascem até sua evolução para fase adulta. Muitos teóricos falam como a infância é fundamental. Klein, Freud, com seus édipos explicaram como as fases ou o édipo devem se desenvolver da melhor forma, com suas castrações para não gerarem qualquer tipo de fixação. Piaget, Paulo Freire e enfim muitos contribuidores para o auxílio do infante. 
Cuidem de suas crianças. Estejam presentes, olhando em seus olhos e cada ação. Não deixem que com a interação do mundo se interiorize o mal, que é patológico para toda sociedade. Independente dos seus valores culturais, os básicos que contribuem para o caráter devem ser passados. 
A humildade, a cidadania, altruísmo, caráter, amor e respeito, estão em falta nos dias de hoje. São fundamentais para a paz humana. Nossas crianças são o hoje! Sim elas precisam ser o hoje refletindo no amanhã. 
Todos precisamos de limites, eles também precisam. 
A sua falta será a eterna falta dentro dele. 
O equilíbrio físico e mental se dá pela aprendizagem saudável do comportamento.  Por todas as experiências diárias que os pais e terceiros influenciam. Você sabe tudo que seu filho passa, sente, ouve e vê o dia todo? Sabe quais influências? Tem mais afeto, menos afeto?


Ensine-o a se comportar em uma sociedade, criando uma sensibilidade para se impor, se defender, escutar, falar, respeitar e viver. 
Sensibilidade para viver todos os contextos e saber se comportar. 
Saúde depende em grande parte do comportamento e das respostas que esse comportamento causa em você. Não perca as crianças de vista. Dediquem-se menos ao dinheiro e mais a elas. Se seu país não deixa vocês fazerem isso é um grave problema na educação! 

Ensine-os a plantar, dançar, chorar, falar, transparecer, conter, ter espiritualidade (que nada tem com religião), cantar, visitar, explorar, respeitar e viver.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista