Aos noivos





Aos noivos eu desejo sempre a mesma paixão
Que sempre vejam durante o longo percurso da vida
A mesma razão que os fizeram chegar até aqui
Que o brilho, o carinho e a atenção permaneçam.
A maturidade também.

Que a palavra "amor" nunca seja trocada por um nome próprio.
Ou a palavra "meu bem", "meu doce","querido."
Que cantem, contem as mesmas piadas.
Riam juntos.
E sempre assistam aqueles filmes que dizem muito
muito sobre eles.
Sejam mais que fiéis, sejam leais.

Que os filhos tenham um ótimo exemplo
E esperança nesse amor.
E não desperdicem os detalhes.
Cada aniversário, as fotos e suas músicas.

Que ela sempre inove nas declarações e no cuidado
Sempre seja o apoio que ele precisa.
Esteja ali para acolhe-lo
E que ele não precise de motivos para mandar flores
Ou apenas se declarar por uma mensagem, telefonema...
Afinal de contas, qual motivo precisaria se ele
está ao lado na mulher mais incrível que poderia ter.

Que os dois sempre andem de mãos dadas
E sempre na mesma direção.
Que estar ali seja sempre precioso
Mesmo que seja para verem filmes românticos
Ou jogarem vídeo-game.


Que a fé faça parte de suas vidas
Porque pode ser que ventos frios
soprem do sul.
Bolas de neve não podem se formar

Que a casa seja um lar
Que as brigas não durem o bastante para desgastar
a relação.

Que sejam carinhosos como no começo
Mas que aprendam a se amar quando dividirem a
mesma cama, guarda roupa e banheiro.

Que a admiração seja construída a cada dia
E se por um acaso se perderem da paixão por um tempo
A admiração seja o laço mais lindo do presente trançando
Sempre um futuro promissor.

Que sejam parceiros e se entendam pelo olhar
Sejam companheiros de estrada e de alma
Médicos, professores, amigos e amantes.

Que tenham caridade para engolirem
Quando necessário algumas ingratidões,
estresse e afins.

Porque quem está ali é o amor da sua vida.
Ele precisa esbravejar
E melhor que brigar é o acalento de um abraço.
São as palavras não esperadas de amor
E aí tudo de mal se quebra
Não precisamos de guerra se temos o amor.
E para que brigar com quem se ama?

E quando olharem para trás
Aqueles jovens noivos
Se tornaram um casal com uma coleção de bodas
E sentiram orgulho da decisão mais sábia que tomaram
Aquelas duas figuras em um àlbum velho de fotografia
Mas que é uma relíquia.

e que aqueles noivos até hoje se entendam
e até hoje saibam que tudo passou,
mas suas mãos permaneceram unidas
E permanecerão pela eternidade.








Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista