Cuidado pequeno deus

O título é esclarecedor

Muitas vezes somos tão frágeis e incrivelmente não nos
achamos pertencentes aos vários grupos sociais.
Nossa autoestima acompanha choros, crises e muitas vezes
uma automutilação psíquica e até física, em casos mais graves.

Mas um belo dia, depois de tanto sofrimento...
Alguma coisa muda e despertamos desse transe obscuro.
Alguém nos dá a mão ou até um beijo.
E de cinza, nosso reflexo no espelho colore.

Mil cores, um encorajamento incrível e nos percebemos.
Como sou maravilhosa(o)!

É divino mesmo depois de tanto sofrimento se redescobrir.
Ter orgulho do vivido e ainda mais da vitória.

Começam surgir ideias, ideais, ideologias.

A partir daí cuidado.

Cuidado para não se afogar, nessas mesmas ideias.
Cuidado para não se lambuzar do seu empoderamento.
Porque você pode se perder de novo.
Para o lado oposto.

Ser o mesmo dedo que te apontou por tantos anos.

Suas ideias podem ser geniais.
Mas elas tem sempre uma base.
São muitos anos de humanidade
Para você ter uma ideia sem embasamento.
A probabilidade é quase zero.

Nada e nenhum sofrimento te faz melhor que alguém.
As melhores e mais sabia pessoas sabem que nada sabem.
E o valor ainda está no ouvir e querer aprender.

As melhores coisas são ditas em silêncio.
Por isso seu silêncio de anos
Te fizeram a pessoa que é hoje.
Não perca esse dom.

Não esqueça nunca do seu silêncio
Pequeno "deus".

Não exalte sua sabedoria
Alcance mais.

Não julgue,
Entenda.

A pessoa mais sábia nunca quer estar no pedestal mais alto.
Mas quer encontrar mais motivos para  colocar seus pés no chão e observar.
E ver a graça do viver.
Pessoas sábias procuram não se sentirem especiais sozinhas.
Porém se sentirem justos à multidão.
E se existe um tipo de orgulho, é do seu poder de amar.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

HUMILDADE ...

Amor fechado