Depressão

Quando acaba o sentir
Quando a porta se fecha
Quando as mãos se separam
Quando o amor não diz mais nada
Quando o sexo é só sexo
Quando as portas se trancam
E os olhos não se levantam
Quando tudo é morno
E quando tudo não é nada

Quando o frio não congela
Quando o calor não ferve
Quando a apatia toma conta
E a vida morre

Quando não se tem mais fim
Quando não existe mais chão
Quando não existe mais medo
Quando só existe a verdade amarga
O desejo de solidão em si mesmo
Quando não se é mais feliz

Quando não existe mais nada
E nada é você.

Cuidado.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista