Meu amor

Existem tantas formas para o amor
Tantas formas de se amar
Que nos encontraríamos à um elevado torpor
Se negássemos essa condição.

O amor pode articular tantas coisas
O amor ao ódio, dançando, rodopiando e agora só é amor.
O amor, mais que articular,
pode transformar.
Pode nos curar.

Ah e como eu amo.
E quando eu amo,
Respeito.

Quando eu respeito
Eu sei viver em paz.
Quando eu vivo em paz
Eu atraio.
E quando eu atraio
Eu posso ensinar tantas coisas
Inclusive sobre a minha paz.

O amor que sinto por você...
O amor que eu sinto por você...
Ah, o amor que eu sinto por você
Entorpece meus poros
Ilude-me com sua beleza
Declara, escancara, transparece minha fragilidade.
Se preocupa, me desculpa, me prepara.
Me ensina, me aborrece, me enobrece.
Seu amor me faz ter fé.
Me faz dançar, ficar nua e transpirar.
Suspirar.

Eu quero estar ao seu lado
Para viver e sentir
Tudo o que eu quero
Que sinta por mim
E eu por você

Meu amor.

2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

HUMILDADE ...

Amor fechado