Mundo doente

Acho as pessoas tão engraçadas, aliás não são as pessoas que são engraçadas, mas as suas incoerências.
Eu também não estou salva de ser incoerente, a propósito.
É significativo e profícuo que hoje com esse universo da internet faça com que as pessoas pensem e se sensibilizem,mesmo que um pouco.
Testemunhamos movimentos da esquerda, que buscam quebrar paradigmas sociais da elite, a luta contra qualquer tipo de preconceito e contra o machismo. Há uma nova análise para o humor politicamente incorreto e paralelo à isso o medo da censura, assistimos novos questionamentos sobre o papel, a representação e o poder de manipulação da mídia. Dia à dia presenciamos a intolerância aos opressores, a crítica ao abuso dos animais (e meio ambiente) onde o veganismo vem crescendo, o apoio e conscientização à adoção de cães e gatos, ao mesmo tempo que vejo pessoas criticando essa preocupação "excessiva com animais" e não com crianças, revindicações sobre um estado laico, críticas às religiões e por outro lado pedem respeito à elas, crítica à corrupção, luta pela legalização (ou não legalização) do aborto, a luta do movimento LGBT, a conscientização pelo suporte para crianças transgêneras, argumentos à favor e contra a redução da maioridade penal, vemos um novo conceito de parto humanizado. Vemos as lutas da direita com seu conservadorismo. A busca de uma definição fechada para família. Muitos se revoltam contra o vitimismo. Discussões sobre o armamento da população ou sobre a existência de cotas onde uns dizem que classifica o outro como incapaz e outros falam sobre uma dívida. Discutem pena de morte ao mesmo tempo que argumentam sobre os direitos humanos.

Até cansei de escrever esse texto, pelo peso de cada palavra.
Muitas vezes cada discussão envolvendo essas ideologias e pautas, vem carregadas de ironias, ódio e falta de respeito. Sendo que tudo o que se busca é respeito para vivermos bem em sociedade( pelo menos deveria ser assim). Como disse no começo do meu texto, não dá para ser incoerente quando você luta por um espaço ou por uma ideia. Não dá para buscar com a repetição dos mesmos mecanismos doentes uma postura diferente dos que não pensam de você. Porque se alguém utiliza da mesma força, não esta buscando conscientização ou uma mudança pacífica, entretanto prefere se impor, ganhar o jogo, empoderar-se. Nada nesse caso está indo pelo caminho da paz. Só que quando não há paz, não há respeito de um lado ...E ai você é capaz de entender a matemática da coisa, não é? No final tudo acaba com a mesma GUERRA. E uma guerra nada mais é do que: que vença o melhor.E ai as pessoas vem me falar de democracia, que para mim é coerciva (lembrou da mídia?). Ninguém quer fazer o outro ser autocrítico, mas quer mostrar para o outro que você realmente está certo, isso é alienante. Minorias, maiorias, opressores, oprimidos. Parece que tudo no gira em torno do "se tornar" o próximo opressor, o dono da palavra e da verdade, queremos que o outro engula "guela baixo" nossa verdade, com as piadas, ironias e ofensas.
O ser humano infelizmente não sabe educar ele quer convencer, porque incomoda o outro ser diferente.
A verdade é que quase ninguém mais sabe ou quer respeitar alguém. Empatia? Na onde? O oprimido e o opressor foram construídos na mesma sociedade e aprenderam a ser como são.E classificam, e nomeiam e enfim.

"Ai a menina que mora na favela espanca uma mãe com sua filha e está errada---> ai pah! vem um racista oportunista e fala que é por causa da cor da pele ou por causa do lugar que ela mora e ai aproveitam e defendem a redução da maioridade penal e nem conhecem a história da garota (que se provavelmente fosse dramatizada em um filme fariam todos chorar). E porque sabe tudo isso define caráter. ¬¬

"Ai um cristão vai fazer seu jejum de carne porque tem fé em Deus e acredita que aquilo não fará bem só para si, mas para o mundo ---- ai pah ! já vem meme pedindo para que ele troque seu ritual (que ele respeita com todo seu coração) para ser menos racista e blá blá blá
. "porque sabe todo cristão é sem exceção, tem que ser ofendido mesmo, estado laico. diferentona" ¬¬

A frase mais sabia desse mundo é : " A única revolução possível é dentro de nós" .

Qual é o meu limite na busca de ser alguém melhor? O que eu posso fazer para evitar ao máximo ferir o outro?

Ninguém é perfeito e mesmo que procuremos pela perfeição você não vai agradar à todos, mas ter cuidado com isso é fundamental. Você pode se livrar da hipocrisia.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista