Plenitude

Não se esqueça da sua essência
Daquela que abala e move montanhas
Não se esqueça que você tem que descobrí-la
Assim como descobrimos uma criança de seu cobertor
E veja que pureza encontramos ao vê-la!

Você foi feito de amor
Feito para viver por ele
Para ser livre
Livre em um mundo 
Que nem sempre te acolhe, é verdade
Mas aprender também é preciso
Para sua própria purificação.

Escute, olhe e pense com sua alma.
Fale pouco, mas faça amor com suas palavras.
E vibre a sintonia do seu ser.

Faça, partilhe boas obras de forma gratuita, 
Lembre-se que a moeda de troca nem sempre é o dinheiro
Mas o próprio ego.
Cuidado com seu ego. 
Pelo outro e não por ele.
E faça bem. 
As melhores coisas são feitas em silêncio.

Amar não é invadir
Amar é ouvir quando se é convidado a ouvir
Mesmo que seja para "ouvir" uma expressão
Ler um pensamento...
Amar é responder, com um piscar de olhos.
Quem sabe com um abraço terno ou um beijo molhado,
Estalado na testa.
Esteja sempre aqui para quem precise.

O amor estará aqui quando você precisar dele, 
só não espere por ele.
Lembre-se da semente que foi regada até aqui. 
Tenha fé.
O amor pode vir em forma de um pássaro.
A brasa do seu coração deve estar sempre acesa
Para consumir da delicadeza em forma de paz.

Não se esqueça que o tesouro da sua vida é o perdão
Adoçado com a paciência
Que faz um melado de caridade
Para você se lambuzar de empatia.
E se limpar com a alegria de não ter medo.
Porque o medo tem forma de julgamentos e
Preconceitos.

Seja amor, inspire e expire
Paz. 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista