Um lar, um tesouro.

Meu tesouro está aqui...
Você estendido no sofá ou me trazendo um copo d'água.
Perguntando onde está a pasta de dente ou o fio dental.

Meu tesouro está aqui...
Na piada fora de hora e no boa noite na hora de dormir.
Na paz que não se compra, mas se constrói.

Meu tesouro está aqui...
Os sapatos no caminho, o frasco de perfume aberto e a roupa acomodada na prateleira.
No cheiro que fica no ar quando você vai embora.
E eu, como sempre, fico esperando a hora em que voltará,
Certa e segura.
Para abraçar as crianças,
Para jantar ou apenas para eu sentir o resto do aroma daquele perfume passado pela manhã ...


Meu tesouro está aqui...
Na falta de desejo por provas
Porque a prova é essa: você escolheu estar sempre aqui.
Está provado, comprovado e autenticado.
Na confiança conquistada, na adaptação concreta, que não é rotina!
Na realidade é uma necessidade estarmos juntos, mais que qualquer mania.

Meu tesouro está também nas datas especiais e nos dias difíceis.
Eles foram muitos, tão intensos e transformadores...
Rápidos, quebrando ciclos, causando desconfortos felizes ou infelizes e inseguros.

Mas o maior dos tesouros
São os dias serenos, rotineiros, normais demais...
Nos " eu te amo" jogados em frases sem sentido...
Os dias curtos, com abraços longos e beijos rápidos.
Com pequenas discussões de ideias e planejamentos.
Com breves histórias.
Tesouro singelo com cheiro de amor
Tesouro singelo com ar de eterno
Tesouro esse chamado lar.
Eu e você
Dois em um.
Uma família.
Sempre aqui.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista