Amor fechado

Eu vivo buscando por textos e canções que expressem coisas que eu não sei dizer ou não tive coragem.
No final percebo que ninguém traduz o que eu sinto, tudo é bobagem. 
Já me questionei tanto sobre o significado do amor...
Se é verdade, mentira ou se tem prazo de validade.
E não tem solução: pro amor não existe definição, tempo ou forma.
O amor tem apenas um filtro: o seu coração e a sua vontade.
Dizem que eu posso amar mais de uma vez.
Que sorte para os amores não correspondidos.
Dizem que a paixão acaba e o amor junto.
Que pena, ainda há tantos sentidos para explorar.
Dizem que podemos multiplicar o amor para que não haja traição
Mas, eu gosto da imensidão que existem em duas pessoas.
E se eu não acreditar no perdão como acreditarei no amor ou em pessoas?
Eu estou perdida nesse oceano do mundo porque navego procurando faróis.
Tenho medo de estar errada, ultrapassada e me afogando em mentiras.
E entendi que continuarei vivendo mentiras, se não procurar a minha verdade, ter minha luz própria e criar o meu farol de dentro para fora.
Uma verdade, uma luz que pode não ser única, mas é a minha.
E enquanto eu for a única a acreditar, serei imatura, louca ou ignorante.
No entanto, corro o maravilhoso risco de você acreditar também.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor a primeira vista