Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

Não errar mais. Ser livre para ser

Imagem
Eu precisei viver quase vinte e seis anos para descobrir isso que vou escrever agora.
Passamos tanto tempo das nossas vidas, por causa da cultura e também da educação, tentando agradar as pessoas. Pintamos, esculpimos sobre nossa carcaça algo que está longe de ser quem realmente somos, ou o que realmente queremos ser. Na realidade, muitas vezes nunca pensamos sobre qual cor gostamos, qual roupa, cheiro, programa de televisão, profissão, corte de cabelo, com quem quero me relacionar, por quem tenho atração, qual tipo de relacionamento quero manter, que vocabulário quero utilizar, quantos quilos quero pesar, de que jeito quero viver.
Tudo isso vem pronto, padronizado, pelo tempo, pela cultura e por pessoas ao redor.
Por isso mudar é tão difícil.
Mudanças são frustantes, porque lutamos tanto para nos encaixar em um molde difícil, que gerou sofrimento e negação, que quando nos deparamos com uma verdade que combata a nossa (criada), enlouquecemos, surtamos e nos irritamos muito.
Porque nu…

Receitinhas

Imagem
Minhas receitinha no meu canal não deixem de visitar.
Minha página também, não deixe de deixar seu curtir: www.facebook.com/alinequinsan

Pequenas coisas

Imagem
Ah olha o beija-flor pousando em um hibisco
Ah o sol que nasce no rio e repousa atrás da montanha Ah nos olhos lacrimosos, o famoso cisco Que beleza a vida, que bela façanha 
Ah a garoa da madrugada me ninando Ah a nuance da chácara velha Ah o cheiro de terra molhada germinando E a minha infância com gosto de groselha 
Ah os olhos caídos da senhora  Ah o sertanejo e sua canção Ah a saudade de quem vai embora Ah o poder de uma oração
As pequenas coisas se transformam em poesia Esse é meu olhar, para cada dia - a - dia




Gente de verdade

Imagem
Gente de verdade também erra
Também peca, a vergonha enterra
Porque agiu contra tudo que diz e faz
E se arrepende e se envergonha
e se desfaz.

Se martirizar no entanto
Ficar anos em pranto
Não irá curar os corações machucados
Por erros e segredos revelados
De uma conduta por vingança, paixão, alucinação,
inveja, ódio, apego, desespero por medo da solidão.
Ou movido à circunstâncias que te descaminhe para
um destino incerto, errado, no intermédio da fraqueza, falta de caráter ou
na sensibilidade de uma emoção.

Se você errou não está automaticamente
Condenado a morte, ao lugar de perdedor
Não atormente sua mente
Não vista a camisa desse conceito de dor
Você pode mudar, como todos meu amor

O que importa é a razão que te fez errar
Se tudo ia mal, sua vida poderia parar
Se foi movido pelo amor ou grande tristeza à te matar
Esse erro tem perdão
Depende de quem vai perdoar

Comece por você
Que sabe de si, da sua alma
Do seu amar.
Do jeito de expressar.

O pior juiz é você mesmo
Não deixe se ca…

A fé do caipira

Imagem
A fé do descalço
Que estende roupa ao sol, que capina os campos,
que planta mandioca, café e cana.
E do seu labor tira o sustento da família de sete filhos,
seu orgulho e talvez sua razão.
Que tem as mãos secas e feridas
Trabalhando com gosto de fel,
Mas que sabe sorrir ao fim do dia, mesmo sem saber
Ou até prever seu destino.
Sentado em uma cadeira de balanço que produziu
Fumando um cigarro de palha e declamando poesias do
Amor de Deus, que depois do roçado difícil
Fez florescer e germinar o alimento.

O olhar do humilde
É um olhar de amor e de pouco querer
Ele procura no horizonte e pode
Ver Deus, é quando a íris de seus olhos dilatam
A lágrima escorre, a fé cresce e ele desliza as
Mãos em seu velho escapulário, cheio de nós e beija.
Agradecendo a Deus a vida, a pouca saúde e a família.

O girassol de seus olhos guarda a paciência e o sofrimento.
Que não perde a força apesar do pesar.
E quando dói o passado funesto de sua geração
Ele se apega à companhia de sua viola
E chora, grita e …

TAG Blog Amor de Outono

Imagem
Olá leitores, 

Esta postagem será pela primeira vez pessoal depois de 6 meses. Fui tagueada pela Amanda do blog  amordeoutono.com e vou responder as perguntas padrões da tag e as perguntas que a própria Amanda me fez. Como eu não conheço 11 blogs para propor a tag como solicitado, deixo em aberto para você , que está lendo e tem um blog, respondê-la. Então se sinta tagueado, ok? kkk E por favor me mande o link se responder, porque eu também preciso elaborar perguntas para vocês. 

1º passo: 11 fatos sobre mim.

1) Meu livro preferido é Harry Potter e a Ordem da Fênix
2) Tenho 2 filhos
3) Me casei com 21 anos
4) Meu filme predileto é The notebook
5) Tenho 25 anos
6) Sou canceriana, mas tenho o ego de uma leonina kkkk
7) Sempre quis ter uma família, casar cedo e escrever
8) Sou filha única
9) Tenho coleções de DVD
10) Dispenso doces com facilidade
11) Sou corinthiana 

2º passo: Perguntas da blogueira


1) O que você come enquanto escreve (normalmente)? Nada, preciso estar focada
2) Você tem vontade de ter u…

O fim do meu entardecer

Imagem
Não preciso temer
Por aquilo que há de doer  No íntimo de meus segredos Que escandaliza meus medos
Que me torna efêmero, menor que um rochedo Mas alivia minha alma
Que pode voar, assim calma.
A morte é silenciosa
E silencia sem clemência, minuciosa
Criteriosa, ansiosa, arguciosa, vaidosa, impetuosa.
Odiosa, maliciosa, audaciosa, mas valiosa

O que seria da vida sem a morte
Por sorte
Muitos vivem para sorrir
Dar exemplo e colorir
O cinza que toma conta do porvir

Não devemos temer a morte
Muito menos deixar de saber que ela existe
Mesmo que você fique todo triste
Lidar com a realidade
Faz você ter vontade
De viver feliz
De não ter só uma vidinha
De gentinha infeliz.
O que você fará, jovem aprendiz?
Para melhorar seu respirar, seu viver, seu cantar?
Sem mágoa, sem trava para o seu caminhar.

Eu não temo a morte
Eu sei que ela chegará
Sobre mim triunfará
Diante da minha fragilidade

Mas eu tenho é muita vontade
Correr dela, por muito tempo
Como os pássaros que se escondem do vento

Mas eu se…

O esquecimento e a negação

Imagem
Eu só vejo cinzas
De uma raça pobre, frágil e vazia
Mortes, lama e uma epidemia.
Queimamos pelo ódio, vingança e indiferença.
Brigamos por comida, dinheiro e crença.
O fim de uma raça não tarda
Ela bate na porta
Derrete o sangue e o corpo.
Porque alma já se esvai.

Pobre daqueles que não acreditam em nada
A esperança esta na fé que nunca se vai
O corpo morre, mas morre com espirito de quem
não sente partir.

O esquecimento é nosso veneno
A negação supre a indiferença que nos enterra em
uma cova funda.
É o fim.
Porque

Crianças são mortas,violentadas, passam fome e torturas
E eu estou aqui e você aí
Uma estrofe e esquecemos.

Pessoas sentem dores, apodrecem, perdem membros, enlouquecem
E eu estou aqui e você aí
Uma estrofe e esque
cemos

Negros, mulheres e homossexuais são vistos como animais
Que pode se domesticar da maneira que quiser
E eu estou aqui e você aí
Uma estrofe e esquecemos

A natureza chora
Os animais estão indo embora
As árvores, os mares, a flora.
Marcados com digitais de qu…